quinta-feira, 18 de março de 2010

Adenium arabicum, um tesouro no deserto!

Adenium arabicum - da família Apocynaceae, foi descrito por Isaac Bayley Balfoocer, no ano de 1888. Habita os desertos da Península Arábica, região sul e oeste. Planta que pode atingir um metro e meio de diâmetro e uma altura de quatro metros. Vegeta solo arenoso, de bastante drenagem, pouca água e a pleno sol. O caudex é mais roliço que os demais, atingindo cerca de 45 cm a 1,50m e suas hastes a uma altura de 2 a 4 m. As flores variam do rosa escuro ao branco. As folhas tendem a ser grandes, largas e cerosas. Se reproduz por sementes ou galhos.

Vejam algumas fotos do Adenium arabicum:

Foto: Ilma Lima


Foto: Vera Coelho


Foto: Ilma Lima
Foto: Ilma Lima

Foto: Ilma Lima                                                                                                   
Foto: Ilma Lima
Foto: Ilma Lima
Foto: Ilma Lima


Foto: Ilma Lima
Foto: Vera Coelho

7 comentários:

Marita disse...

Oi Vera!

Parabens pra ti e pra Ilma pelas belissimas Arabicas.
beijos

Marita

Adenium - Rosa do Deserto disse...

Obrigada amiga, este Ad. arabicum é fantástico. E vamos atrás do somalense e do socotrano.
Bjs

Marcia disse...

VERA AMO SEU BLOG.
ESTOU PEDINDO SOCORRO:
MEU ADENIUM É LINDINHO E DEU DUAS FLORES.
DEPOIS DISSO, AS FOLHAS MAIORES COMEÇARAM A AMARELAR E CAIR.
É NORMAL?
ELE PARECE ESTAR BEM.
MAS FICO PREOCUPADISSIMA.
TENHO MEDO QUE ELE MORRA.
ABRAÇO.
MARCIA

Anônimo disse...

Coisa mais linda! Sem comentários...esse blog é tudo de bom.
Beijão!
Maria Guerra

Anônimo disse...

oi
eu quero saber se é normal a adenium obesum nascer branca.
nasceu branca e assim que se soltou da casca já estava com três folhas.
cresceu e está branca.

é normal isso ou é anormal?

Anônimo disse...

Ou é uma espécia rara?

ATIVOS CTBA disse...

ola....alguem me arruma umas sementes? se alguem puder arrumar ia ser grato,
meu enderço e RUA ALBINA REFFO BUCCHINO 383 CASA 2 CEP 82900-260 CAJURU-CURITIBA-PARANA EM NOME DE MARCIO DE OLIVEIRA SANTOS.
obriga mesmo